0

CURSO ONLINE: Florais com Luciana da Silva Domingos

Apresentação do curso: 

 

A Terapia Floral tem o seu uso reconhecido em mais de 50 países, é aprovada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e, desde 1956, considerada como Terapia Complementar . Atua na desarmonia (onde existe o potencial para a doença), sendo que, ao prescrever uma essência floral, procura-se encontrar o aspecto em desarmonia do paciente e relacioná-lo com o floral indicado. Nesse caso, o floral atuará como um ímã, atraindo o aspecto em desarmonia para uma frequência saudável.

Os florais podem ser amplamente utilizados; porém, o seu maior benefício deve ser aplicado na prevenção, fazendo com que o paciente relacione as suas emoções em desarmonia para que esteja sempre em equilíbrio, ficando mais resistente e feliz.

Objetivo: Desenvolver e preparar profissionais com a capacidade de tratamento total do SER, como um todo. Preparar profissionais capacitados para suprir a grande carência na área de terapias complementares.

Público-Alvo: Indicado tanto aos iniciantes que nunca tiveram contato com sistemas vibracionais, como para estudantes de nível intermediário e ou avançado, que poderão aprimorar os seus conhecimentos, exercitando os assuntos de maior dificuldade, reciclando e atualizando-se nos conceitos e práticas.

Conteúdo do Curso:

- Introdução a terapia floral

- Fundamentos da Terapia floral

- Biografia do Dr Bach

- As 38 Essências Florais Atuação dos florais

- Preparação das fórmulas e sua administração às pessoas

- A divisão dos sete grupos florais 

 -Afirmações

- Diagnóstico diferencial ( pelos sintomas ) 

- Modelo de como recomendar floral

- Modelo de Anamnese infantil e adulto

- Floral para animais

- Diferenças entre a Terapia Floral e outras terapias

- Como utilizar o florais de Bach

- Essências florais que melhoram a conexão com a intuição 

- Florais para os chakras

- Diagnose e prescrição

- Principais fórmulas de acordo com as patologias

- Questionário - Floral de Bach

- Floral de Saint Germain

- Medicina Vibracional

- Consciência energética

- Os Sete corpos

- Os chakras

- Mestres Ascencionados

- Os raios divinos 

- Mestre St Germain

- Qual a diferença entre os Florais de Saint Germain e os Florais de Bach

- Neide Margonari - O Chamado SINTONIZADORA – SÍNTESE BIOGRÁFICA

- Florais de St Germain e os 12 raios

- Como são feitos os Florais

- Repertório de fórmulas

- As essências florais de St Germain

- Ficha de atendimento

- Métodos de escolha das essências

- Avaliação

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

Início do curso: Após a confirmação da matrícula o aluno receberá todas as orientações e materiais necessários para a realização do curso.

Carga horária:  100hs prevista para estudos e dúvidas.

Materiais: Arquivos em pdf. e vídeos explicativos complementares.

Bônus: Suporte via email ou whatsapp em horário pré-definido. 

Metodologia: O curso é 100% online. O aluno receberá os materiais necessários e realizará os estudos conforme determinado por ele próprio. A facilitadora estará disponível para dúvidas e orientações em horário pré-definido de 2ª à 6ª feira.

Avaliação: Será realizada uma autoavaliação desenvolvida pela facilitadora do curso.

Certificado: Emitido pelo Associação de Terapeutas Holísticos - ABRATH e registrado na Biblioteca Nacional.  

Facilitadora: Curso desenvolvido pela Terapeuta Holística Luciana da Silva Domingos, registrada na Associação de Terapeutas Holísticos - CRTH-BR 2966 e na Sociedade livre de Terapeutas e Mestres - CTSL-00658 

Esse é um curso de categoria básica, ele sozinho não capacita à atuação profissional. Enquadra-se na categoria de CURSOS LIVRES, não estando, pois, sob a tutela do MEC (Ministério da Educação), não sendo reconhecido por este, inexistindo tal obrigatoriedade nesta classificação.

Cursos Livres de Capacitação Profissionalizante têm validade nacional de acordo com lei nº 9394/96; Decreto nº 5.154/04; Deliberação CEE 14/97 (Indicação CEE 14/97) e DECRETO nº 5.154 de 23 de julho de 2004.

Todas estas técnicas são COMPLEMENTARES e NATURAIS, para a melhoria de sua qualidade de vida, NÃO devendo substituir em hipótese alguma o tratamento médico.

 

Compartilhar: